Os belos jardins da Ilha da Madeira

Por Veron Campos - 28/10/2020

Destino português conta com excelentes lugares para apreciar sua enorme variedade de flores e plantas.

Com uma localização privilegiada e solo vulcânico, a Ilha da Madeira conta com clima de primavera o ano inteiro, o que proporciona condições perfeitas para o cultivo de variados tipos de flores e plantas, mesmo espécies vindas de outros países. Por isso, o destino português possui uma enorme quantidade de parques e jardins cuidadosamente tratados, que convidam a um passeio de relaxamento e contemplação da natureza.

Em um momento muito propício para as atividades ao ar livre, esses lugares são uma ótima pedida para testemunhar cores e aromas diferentes e admirar parte dos encantos naturais desse magnífico destino. São tantas opções, que há até um aplicativo chamado Madeira Gardens, com informações sobre localização e horário de funcionamento. Confira! 

Parque Santa Catarina

Construído em 1966, o parque possui 36 mil metros quadrados com inúmeras espécies de plantas e flores, um lago com cisnes e patos, e uma infinidade de atividades para curtir a natureza, como caminhar por entre os canteiros, aproveitar a sombra das árvores e admirar alguns monumentos antigos e as estátuas de Cristóvão Colombo e do Infante D. Henrique. Ainda há uma capela, construída em 1425, e um café e restaurante que tem uma vista magnífica para a marina e a baía de Funchal. A entrada ao parque é gratuita.

Parque Santa Catarina – Funchal – Ilha da Madeira (©Andre Carvalho)

Jardim Botânico

Atração obrigatória em Funchal, o Jardim Botânico está localizado no interior da Quinta do Bom Sucesso, e conta com uma explosão de cores em seus canteiros em formatos geométricos precisos, além de mais de 3 mil variedades de plantas, incluindo algumas espécies em vias de extinção. Nele, é possível ver boa parte da flora típica regional e, por estar localizado em um ponto alto da cidade, apreciar vistas deslumbrantes. Descubra também outros pontos de interesse, como o Museu de História Natural, os lagos, a Casa Típica de Santana, a Furna dos Namorados, entre outros. Os ingressos custam a partir de € 6 para adultos e € 2 para crianças. O melhor meio de acesso é o teleférico.

Jardim Botânico de Funchal (©Francisco Correia) 

Jardim Monte Palace

Com uma variedade considerável de plantas e flores de diversos países, é um dos lugares mais exóticos e belos da ilha. O jardim tropical possui cerca de 100 mil espécies vegetais, entre azaleias, urzes e árvores diversas, além de espécies típicas dos bosques da Laurissilva e outros exemplares da flora madeirense. Há cascatas e lagos com carpas aos longos dos trajetos em pedras, e alguns espaços inspirados na decoração oriental e budista. O jardim tem 40 painéis de azulejos com desenhos que remetem a momentos importantes da história de Portugal e um museu com uma coleção de esculturas africanas, entre outras exposições. Localizado no Monte, é acessível também por teleférico, que sai do centro histórico de Funchal. A entrada tem custo de € 12,50 e é gratuita para crianças e jovens de até 15 anos acompanhados de um adulto.

Jardim Monte Palace – Funchal (©Andre Carvalho)

Jardins do Palheiro

Localizado nas colinas do lado leste de Funchal, a 500 metros de altitude, os jardins estão localizados no interior do complexo Palheiro Estate, que conta com um luxuoso hotel, spa e campo de golfe. Com paisagismo muito elegante, no melhor estilo inglês, acolhe uma vegetação exuberante e muito resistente, dada a umidade do local. É possível ver de perto árvores centenárias trazidas de lugares como África do Sul, Reino Unido e Austrália, além de pequenos lagos, uma capela em estilo barroco e uma coleção de camélias. Vale uma parada na Casa de Chá para um lanche rápido. Acesso pago. 

Jardins do Palheiro (©Francisco Correia)

Jardim Municipal do Funchal

Situado no centro urbano da capital madeirense, é palco de belezas naturais estonteantes é o lugar ideal para fazer uma pausa e relaxar entre as atividades do itinerário de passeios pela cidade. No passado, o espaço abrigava o Convento de São Francisco, e hoje acolhe plantas identificadas e originárias de várias partes do mundo. Com 8,3 mil metros quadrados, conta com um pequeno lago com patos e cisnes, um quiosque e um auditório a céu aberto. A entrada é gratuita.

Jardim Municipal do Funchal (©Francisco Correia)

*Fotos e texto por divulgação

Posts relacionados

Os 5 vilarejos mais bonitos do Alentejo, em Portugal

Hotéis do Grupo Pestana em Portugal reabrem em 5 de junho

Conheça o vinho Madeira e por que ele é tão famoso

Comente pelo Facebook